26 setembro 2007

UMA FOTO E UM POEMA

VELHICE
Vendo passar o teu tempo
Sabes que a vida se escoa.
Sentes no peito um lamento,
Marcas de dor, que magoa.
Náufrago duma saudade,
Noiva do tempo lembrado,
Dobres no sino da idade
Tornam presente o passado.
Vives das tuas memórias.
Olhas o mundo à distância.
Voltas ao tempo de infância.
Mágoas e muitas histórias,
Perdem-se no teu caminho,
Velho, que vives sozinho.
Vítor Cintra

09 setembro 2007

UM PROBLEMA QUE SE ARRASTA HÁ ANOS

Cheiro da fossa séptica incomoda população
É um problema antigo do Pé da Serra e cuja resolução se tem arrastado. A fossa séptica para recolha dos esgotos domésticos, situada à entrada da povoação (para quem vem de Nisa) exala um cheiro pestilento e nauseabundo, constituindo um péssimo “cartão de visita” para quem se desloca com esse fim ao Pé da Serra.
Os eleitos na freguesia e dirigentes associativos presentes na sessão pediram, mais uma vez, providências e urgência na resolução deste assunto, que prejudica a população da aldeia.

06 setembro 2007

Freguesia fora do Plano Tecnológico?

PÉ DA SERRA SEM INTERNET
Quem ouviu o senhor primeiro-ministro, há dois anos, afirmar que todo o país ficaria coberto pela rede da banda larga, acreditou e ficou feliz com a bondade da promessa.
No Pé da Serra e na freguesia de S. Simão, Internet é coisa de “lunáticos”.
Não há banda “estreita”, uma fisguinha, sequer, quanto mais banda larga.
A Portugal Telecom já foi, por diversas vezes alertada para o problema, mas a solução deve estar adormecida numa qualquer banda, talvez à espera, quem sabe, que a aldeia atinja a categoria de vila e justificar, dessa forma, o investimento.
A 200 quilómetros de Lisboa, quem paga a factura são os que aqui residem, cidadãos de corpo tão inteiro como os “alfacinhas”, mas sem direito a comunicarem, por essa via, com os familiares e com o mundo.
Pé da Serra espera e desespera pela Internet. Talvez não fosse má ideia convidar o 1º Ministro e fazê-lo partilhar, in loco, desta experiência de “Internet a carvão” como a designa um amigo que muito estimo.

05 setembro 2007

LIGAÇÃO MAIS FÁCIL À ESTRADA MUNICIPAL

Pavimentação da rua da Escola já concluída
Não há mal que sempre dure, costuma dizer o povo e é verdade. Tantas vezes prometidas, as obras de alargamento e pavimentação da Rua da Escola até à estrada municipal, estão, finalmente, concluídas.
Era o troço que faltava para a ligação de uma das ruas mais movimentadas de Pé da Serra, na qual se situa o edifício da Junta e do Centro de Dia, com a estrada, permitindo uma mais funcional e segura via de acesso de veículos automóveis e pessoas.
Para além do alargamento da antiga azinhaga e do calcetamento, numa extensão de 80 metros, com cubos de granito, a obra tornou mais airosa e bonita uma das entradas na povoação.