29 agosto 2007

PARA A HISTÓRIA DE S. SIMÃO

Petição à Câmara de Nisa em 1885
Dos moradores do Monte Cimeiro e do Pé da Serra

Usando da faculdade que a lei conferia, os moradores das aldeias ou povoações mais pequenas, faziam regularmente petições às entidades públicas, reivindicando a resolução de problemas. O arranjo das vias de comunicação é reivindicado nesta petição apresentada à Camara de Nisa em 1885 e que transcrevemos respeitando a ortografia da época:
" Os abaixo assignados moradores no Monte Cimeiro e Pé da Serra, freguezia de S. Simão d´este concelho, usando de um direito que a lei lhes confere, veem hoje representar a V. Exªs sobre a necessidade inaddiavel de se attender de prompto á reparação, na parte indispensavel, de um dos caminhos publicos que ligam aquellas povoações ruraes com a séde do mesmo concelho. É incontestavel que muito, relativamente, se tem feito para que a viação municipal possa satisfazer ao que o commercio, a industria e em summa as forças vivas do municipio, no seu progresso successivo, vão exigindo; mas não é menos incontestavel que não ha presentemente no concelho povoação alguma que esteja em peiores condições de viação do que o monte, aliás importante, do Pé da Serra, porque infelizmente até hoje nenhum beneficio tem recebido n´esse sentido. Bastará dizer que, para uma carreta chegar a este monte, tem que ir alcançar o Azinhal, suppondo que Niza é o ponto de partida, percorrendo assim uma distancia dupla da que teria de percorrer se seguisse pelo caminho chamado do Carqueijal em direcção ao Porto das Carretas.
Acresce ainda que, para a propria viação a pé ou a cavallo, o caminho ordinariamente seguido, o da Ponte em direcção a Portella dos Caldeireiros, está hoje já quasi intransitavel. Para remediar estes males, que são grandes, pois affectam interesses legítimos, os abaixo assignados veem pedir á Exma Camara Municipal a immediata reparação do caminho do Carqueijal, na parte comprehendida entre a Cancella da tapada dos herdeiros de José da Cruz Cebola e o Porto das Carretas, distancia que é pequena, e em seguida a reparação do dito porto, de forma que o seu pavimento seja de calçada e colloquem n´elle as competentes passadeiras.
D´esta arte com uma pequena despeza, o beneficio para o monte do Pé da Serra é tão grande que só em occasiões de grandes cheias será interrompida a viação pelo dito porto, convindo notar que esse beneficio se estende ainda aos habitantes do monte da Salavessa, visto que elles fazem escala pelo Pé da Serra.
Attendendo á justiça que assiste aos abaixo assignados e a que a reparação pedida importa apenas uma pequena despeza, que não se torna sensível na verba aprovvada para tal fim no respectivo orçamento, esperam, e attendendo a que aproveita ainda ao povo da Vinagra, onde residem alguns signatários.
Pedem a V. Exas deferimento."
Á frente dos signatários vinha o nome de João António da Silva, pároco de S. Simão. Nos mais de 30 nomes que integram a petição, muitos dos apelidos são-nos familiares (Corga, Pires, Anastácio), por serem comuns em Nisa, o que torna credível a ideia de que a formação do monte do Pé da Serra, se processou após a destruição de Nisa-a-Velha, sendo os povos de Nisa e daquela localidade, apenas um e o mesmo povo.
in "Jornal de Nisa" - Nº 36 - 23 de Junho de 1999

24 agosto 2007

POESIA POPULAR DE S. SIMÃO

O caçador de perdizes
Bem cedinho vai... pela geada fria
Mal o sol desponta com rubros matizes
Em vales e montes persegue as perdizes
Não pensando em mais nada nesse dia

Lentamente, ou em loucas correrias
Até os cães andam muito felizes
Com olfacto apurado nos narizes
Abanam as caudas sempre esguias

Assim que param e dão o sinal
Há fogo e chumbo na ave mortal
Sentindo-se o caçador como um herói

Que tristeza o pensar desta gente
Matar. Matar e ficar tão contente
E eu! Só por saber, até a alma me dói!
José Hilário - Março de 2005

15 agosto 2007

TOURADA EM PÉ DA SERRA

Quarta-Feira, dia 15. O improviso fez a festa taurina no campo de futebol da freguesia de S. Simão.



08 agosto 2007

PÉ DA SERRA E VINAGRA EM FESTA

Começam na sexta-feira, dia 10 e terminam no dia 13 (segunda-feira) as festas populares em honra de S. Simão, oportunidade para a animação e o convívio das gentes das aldeias de Pé da Serra e de Vinagra.