24 agosto 2007

POESIA POPULAR DE S. SIMÃO

O caçador de perdizes
Bem cedinho vai... pela geada fria
Mal o sol desponta com rubros matizes
Em vales e montes persegue as perdizes
Não pensando em mais nada nesse dia

Lentamente, ou em loucas correrias
Até os cães andam muito felizes
Com olfacto apurado nos narizes
Abanam as caudas sempre esguias

Assim que param e dão o sinal
Há fogo e chumbo na ave mortal
Sentindo-se o caçador como um herói

Que tristeza o pensar desta gente
Matar. Matar e ficar tão contente
E eu! Só por saber, até a alma me dói!
José Hilário - Março de 2005

15 agosto 2007

TOURADA EM PÉ DA SERRA

Quarta-Feira, dia 15. O improviso fez a festa taurina no campo de futebol da freguesia de S. Simão.